A Rosa


Soube pelo facebook que ela tinha falecido... hoje em dia é assim, sabemos tudo pelas redes sociais...

Sete anos de um vicio que nem a filhota a conseguiu arrancar... mas morreu num acidente de carro... aos 37 anos...

O corpo dela estava em Espanha, à espera que alguém reclamasse ... por um dia não foi para a vala comum... triste não é? Estava a fazer mais um tratamento naquelas terras, não tinha documentos na altura do acidente, não avisaram os familiares, não fizeram um esforço para saber se era filha de alguém...

Os pais, que infelizmente já não tinham tido outra maneira, depois de tantas lutas, que não foi habituarem-se à ausência dela por temporadas... que ela já só vinha ultimamente a casa porque tinha muita fome e já estava dias sem comer...

Os pais que tiveram que ver o vicio no corpo da filha, que se penhoraram para tantos tratamentos sem resultado... que passaram a vida a supor o que mais faria a filha com o corpo para sustentar aquela doença... que todos dias se deitavam a pensar como estaria a filha e se ainda estaria viva no dia seguinte...

 Ela estava a fazer mais um tratamento, com um namorado em Espanha,vivia com ele e tomava a medicação, então a comunicação este ultimo mês era mais regular, passou uns três dias e ela não ligou então ligaram eles à procura dela... foi quando souberam... já a Rosa não estava viva à três dias... faz-me pensar que se fosse numa outra altura, numa daquelas temporadas que ela não dizia nada a ninguém durante semanas e semanas ela tinha mesmo ido para a uma vala e os pais nada saberiam...

Fui ao velório, fui me despedir, e dar um abraço aos pais e à irma. A irmã disse-me que nunca pensou que o evento fosse tão cansativo, sim, é isso que é, quando a pessoa mais precisa descansar e não ouvir ninguém, lá fica ali meio atordoada, sem saber o que dizer às pessoas e as pessoas sem saberem o que lhes dizerem porque sabem que nada vai confortar... e depois ... estas coisas que agora se dão com a fotografia da pessoa e a data de nascimento e a data do falecimento... para quê? Sério, para que? Uma colecção de cromos que vamos juntando numa gaveta? Querem uma foto? Peçam aos pais, sim, guardem essa recordação, agarrem-se a uma memória boa, mas cromos?

No entanto, apesar de nem a filha lhe conseguir arrancar desta vida, a Rosa tinha um coração gigante... por mais mal que tivesse, e se acontecia nos cruzarmos na rua, ela sempre mas sempre tinha um sorriso para mim e não se esquecia de perguntar pelo meu filhote e pelo meu pai...

Eu a conhecia nem antes do vicio, éramos miúdas, ela era tão linda, tão bem disposta e com uma coração maravilhoso, que eu lembro-me de pensar " Esta rapariga vai engolir o mundo " . Durante um tempo foi assim... e depois... o mundo engoliu-lhe a ela.

Mas quero que saibam isto... coisas más acontecem a boas pessoas, a muito boas pessoas como ela, a pessoas que apesar de uma vida ausente não deixam de deixar muitas saudades... como a Rosa...

Li um post no facebook da irmã dela, que alguém lhe tinha dito, que quando se morre, a alma fica a pairar sem perceber muito bem o que aconteceu, e que precisa muito que se reze por ela e que lhe digam para seguir a luz... por isso Rosa... segue a tua luz, têm agora o descanso da via atormentada que tinhas... vai agora e descansa...








Comentários

  1. Só lhe conseguimos "dizer" que reze muito pela sua Amiga, peça que a alma dela consiga descansar em paz.

    Força!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Que agora encontre finalmente a paz dela...

    ResponderEliminar
  3. Aqueles momentos em que nada do que dizemos pode realmente ajudar... um abraço :*

    ResponderEliminar
  4. Olá Titica, estou no seu lindo país.
    Imagino que tenha sido triste saber da morte de sua amiga.

    ResponderEliminar
  5. Que a Rosa consiga seguir essa luz
    Bjs

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - SEXO COM CULTURA

    ResponderEliminar
  6. Lamento muito... acontece tanto e como dizes acontece a muito boa gente...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário